Estudantes da zona rural recebem aula mais perto de casa

As aulas são transmitidas via satélite, em tempo real, diretamente do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador


Tribuna da Bahia, Salvador
17/07/2017 11:30 | Atualizado há 8 dias, 17 horas e 57 minutos

   

Por Gabriele Galvão

A Bahia é o estado com maior população rural do país e graças ao programa de Ensino Médio com Intermediação Tecnológica (Emitec), desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia, mais de 21 mil estudantes que moram em áreas remotas do Estado estão cursando o Ensino Médio em salas de aulas instaladas perto dos locais onde moram. Dados do IBGE revelam que, o projeto beneficia 21.120 estudantes, com aulas de segunda a sexta, em 414 localidades de 150 municípios.

O programa permite que o estudante da rede estadual, que cursa o Ensino Médio nestas localidades, esteja, de fato, dentro de uma sala de aula, com todos os recursos que o espaço pode oferecer. “O papel que o EMITec desenvolve para a inclusão dos estudantes no Estado, beneficiando aqueles que, historicamente, não tiveram acesso à Educação”, esclareceu o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro.

As aulas são transmitidas via satélite, em tempo real, diretamente do Instituto Anísio Teixeira (IAT), em Salvador, e ministradas por professores da rede estadual, que contam, no estúdio, com a presença de outro docente da rede para apoio e subsídios, já que as aulas são ao vivo. Nas telessalas, os alunos contam com a presença de professores mediadores, que fazem a interlocução de dúvidas para os professores em estúdio e aplicam as avaliações, que são por área e interdisciplinares. A comunicação também é realizada via chat.

Leia mais na edição impressa do jornal ou no Tribuna Virtual.

Compartilhe       

 


TRIBUNA VIRTUAL



Notícias Relacionadas